Naturalidade na micropigmentação

Naturalidade na micropigmentação

Entre inúmeras técnicas, aparelhos, pigmentos e tudo mais, os profissionais possuem diversas escolhas. A EW Cosméticos preparou este post para você que ainda tem dúvidas entre um procedimento mais natural e outro mais marcado.

Para abraçar as clientes da melhor forma possível, muitos deles apostam na naturalidade. Esta forma de realizar os procedimentos consiste em respeitar o design da cliente e apenas preencher vazios com fios delicados.

Por diversas vezes verificamos profissionais que desrespeitam o formato natural das sobrancelhas trazendo até uma certa estranheza ao rosto da cliente.

Com isso, a naturalidade se faz necessária. Via de regra, a naturalidade é preservada quando a técnica fio a fio é utilizada, já que há pouquíssima alteração – ou nenhuma – no formato das sobrancelhas.

O profissional que aplica a naturalidade se preocupa com a harmonia da sobrancelha com o resto da face da cliente, ponto que é primordial para obter um procedimento de sucesso. O importante na hora de realizar o trabalho é analisar bem o perfil da cliente e apresentar a técnica de forma simples. A ideia da micropigmentação é ficar harmônica, agradável e bela no rosto da cliente. As sobrancelhas marcadas, escuras e super definidas são cada vez menos utilizadas, isso porque as técnicas evoluíram e os profissionais começaram a apostar em alternativas mais leves.

Durante o procedimento, o profissional sempre deve ter na mente que, para realizar esta técnica, é indicado fazer os fios sempre “para menos”, utilizando o retoque para corrigir possíveis falhas. Isso porque, a ideia da naturalidade é deixar o fio artificial o mais próximo possível do natural.

Outra característica para manter a naturalidade é preservar a cor do fio natural da cliente. Para isso, é preciso prestar atenção ao fototipo e à cor natural do pelo. Afinal, ninguém quer ter a sobrancelha diferente da cor dos fios naturais.

 

LEIA TAMBÉM

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *